Buscar
  • Luiz Ribeiro

Vale do Pinhão - Premiado, Fab Lab do Cajuru auxilia na produção de carro e linha de roupas



Dois projetos desenvolvidos em parceria com o Fab Lab da Rua da Cidadania do Cajuru justificam o prêmio que o espaço acaba de ganhar da Secretaria Nacional da Juventude, como o Melhor do Brasil na categoria Protagonismo Juvenil Por Meio da Inclusão Digital.


Os projetos são o protótipo do carro destinado ao transporte de pessoas e cargas médias que está sendo aprimorado por um grupo de estudantes da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), o Jaguara ou J12, e a linha de roupas sustentáveis criadas por uma recém-formada pela UEL (Universidade Estadual de Londrina) e agora radicada em Curitiba.

Ponto em comum


Ambos foram apresentados ao prefeito Rafael Greca nesta quinta-feira (14/10), durante visita à unidade, na Rua da Cidadania do Cajuru. Mesmo sendo tão diferentes, carro e roupas têm um ponto em comum: usam a tecnologia digital do Fab Lab - aberto para uso de estudantes, empresas e da comunidade em geral há dois anos - para melhorar seus produtos com investimento mais baixo.


“Isso nos dá muito orgulho e satisfação porque o Fab Lab está dizendo a que veio e é reconhecido por isso: para auxiliar o estudo, a aprendizagem e os produtos criados pelas cabeças criativas que passam por aqui”, disse Greca.

O Fab Lab resulta de uma parceria da Fundação de Ação Social (FAS) com a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação e tem a chancela do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).


Vantagens

A prototipagem mobiliza os 33 estudantes da UTFPR da Equipe Imperador - o grupo formado por acadêmicos dos diferentes cursos de graduação da instituição participantes do projeto de aprimoramento do modelo off rode criado para competir no Baja SAE. Cinco são mulheres. A gestão fica a cargo do estudante Diego Mainardes, capitão da equipe, e sob a orientação dos professores Laércio Javarez Júnior, Fábio Martins e Cleverton Vicentini.


“Sem a prototipagem que fazemos aqui, o investimento no projeto do carro teria que ser dobrado”, explica o estudante de Engenharia Mecânica Fernando Barbosa, um dos 33 estudantes da UTFPR do grupo. O valor total do investimento, explicou, é de aproximadamente R$ 60 mil.


Segundo o também estudante de Mecânica Pedro Lins, a vantagem está na possibilidade de as peças-piloto serem moldadas na impressora 3D da unidade. Sem isso, elas precisariam ser executadas como as definitivas, em metalúrgica. “Seria um custo bem maior, além de um trabalho bem mais demorado de ser executado”, completa.


Por isso, o capitão do grupo entregou ao prefeito uma carta de agradecimento. Na mensagem, os estudantes frisam o papel da Prefeitura e do Fab Lab por “acreditarem e apoiarem o projeto”.


O carro

O carro pesa cerca de 170 quilos, usa gasolina em tanque de 3,5 litros e atinge 45 km/h. Desenhado para transportar uma pessoa, ele possui engate para reboque e se destina ao trabalho em áreas rurais e de mineração.


Em abril de 2022, o Jaguara 12 estará em São José dos Campos para competir no próximo Baja SAE Brasil – o evento nacional organizado pela Sociedade de Engenharia Automotiva.


Na ocasião, estará com a caixa de transmissão nova, prototipada no Fab Lab da Rua da Cidadania do Cajuru.


As peças exclusivas que os estudantes da UTFPR projetaram no Fab Lab também incluem sistema de refrigeração da transmissão, painel e sistema elétrico.




5 visualizações0 comentário