Buscar
  • Luiz Ribeiro

Vale do Pinhão:Curitiba fica na 2ª posição no Brasil em ranking de melhores ecossistemas de startups



Curitiba conquistou este ano a 2ª posição nacional no Startup Ecosystem Index Report 2021, ranking global que aponta os melhores ecossistemas para surgimento e crescimento de empresas de base tecnológica. Na América do Sul, a capital ficou na sexta posição, à frente de cidades como Montevidéu, Assunção, Medelin e Córdoba. Em primeiro lugar no país ficou São Paulo.


O ranking é realizado pela StartupBlink, centro de pesquisa referência internacional e responsável pelo mapeamento em 1.000 cidades em 100 países, que avalia os ecossistemas de inovação para startups em todo o mundo em quesitos como ambiente de inovação, de negócios e qualidade das empresas de tecnologia.


O ecossistema de startups de Curitiba se destaca, segundo o estudo internacional, em segmentos como comércio eletrônico/varejo, transportes e finanças. Os dois primeiros unicórnios curitibanos e do Sul do Brasil, inclusive, atuam diretamente ou estão ligados a alguns desses segmentos. O Ebanx é líder em serviços de processamento de pagamentos de compras e o MadeiraMadeira é a maior plataforma de produtos para casa da América Latina. Ambos passaram a ter o status de unicórnio após serem avaliados em US$ 1 bilhão.


O Startup Ecosystem Index Report faz o ranking dos melhores ecossistemas para startups a partir de algoritmos que analisam dezenas de milhares de dados em startups, aceleradoras e espaços de coworking listados no mapa do ecossistema de inicialização global StartupBlink, bem como dados recebidos dos parceiros globais, como Crunchbase e SimilarWeb. Por fim, o StartupBlink aproveita os dados coletados de mais de 50 mil membros em toda a comunidade Global StartupBlink.


“À medida que o mundo inova sua saída de uma pandemia devastadora, está claro o surgimento de uma nova realidade. Tendências como e-commerce e trabalho remoto foram aceleradas numa velocidade sem precedentes, nos impulsionando a um futuro inevitável em que nossa presença digital é, em alguns momentos, mais dominante que nossa presença física. Estar num grande ecossistema vai render dividendos na forma de encontros com pessoas influentes que podem transformar seu negócio ou sua carreira”, destaca Eli David, CEO da StartupBlink.


O estudo aponta também o Ebanx como uma das três startups "notáveis" do Brasil, ao lado do Nubank e iFood. Localmente, três startups da capital são consideradas “notáveis”: Contabilizei, Bcredi e Vhsys. As duas primeiras integram o Tecnoparque, programa municipal que oferece redução de ISS para empresas que investem em inovação e empregos. Também fazem parte do Tecnoparque startups como MadeiraMadeira, Olist, Doctoralia, Hilab, Checkmob, Juno, James Delivery, Direção, Horizons, Rentcars, Send4, Anthor, Omnichat e BrBatel.




16 visualizações0 comentário