Bom Negócio tem aula inaugural em clima de aceleração econômica



Nesta terça-feira (3/5), aconteceu a aula inaugural do Programa Bom Negócio Vale do Pinhão, no Museu Oscar Niemeyer. Em clima de celebração, o evento teve abertura com música interpretada pelo cantor e compositor Fabio Elias, da banda curitibana Relespública, e palestra com o empresário e presidente do Condor Super Center, Joanir Zonta.

O vice-prefeito Eduardo Pimentel participou da aula inaugural e destacou a importância do programa para a cidade.

“Curitiba é uma cidade empreendedora e que apoia a inovação. Identificamos a força do empreendedorismo na cidade quando formulamos o Vale do Pinhão e ganhamos vários prêmios internacionais com essa iniciativa. E tudo isso é resultado do trabalho integrado entre iniciativa privada, startups, a academia e o poder público”, disse Pimentel.

Na palestra A Trajetória de um Empreendedor, Joanir Zonta contou toda a sua história de vida, desde a infância no Umbará, quando auxiliava os pais na lavoura, até a compra da primeira unidade do Condor no bairro Pinheirinho, em 1974.

“Na nossa vida sempre surgem oportunidades e eu sempre procurei agarrar quando elas apareceram. São as oportunidades que fazem toda a diferença na vida de um empresário”, afirmou Zonta.

O retorno do Bom Negócio e das formações solidifica mais uma etapa na aceleração econômica de Curitiba após dois anos de pandemia de covid-19, além de marcar uma nova fase do programa, que está ganhando mais capacitações gratuitas. A presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Cris Alessi, falou sobre a importância do novo momento do programa. “O prefeito Rafael Greca sempre destaca que devemos construir com nossas mãos os nossos empregos e o futuro. O Bom Negócio representa isso e estamos muito felizes com esta retomada”, comemorou Alessi.

Nova fase com aulas presenciais As aulas presenciais começam no dia 9 de maio e serão ministradas pela Unicuritiba (Perfil Empreendedor), Universidade Positivo (Estratégia e Processos), Uninter (Marketing e Vendas) e Faculdades Fiep (Finanças). Para participar de cada módulo presencial será obrigatório assistir às videoaulas. São 40 vagas por módulo. As aulas gravadas de cada módulo do Empreendedor Bom Negócio foram produzidas em parceria com o Sebrae Paraná e o Isae/FGV e já estão disponíveis no portal do programa.

Turbinando as empresas

O programa oferece módulos de marketing, vendas, finanças, modelo de negócio, planejamento estratégico e tudo o que é importante para que o negócio tenha sucesso. O Bom Negócio é um programa gratuito com mais de 100 horas de aulas presenciais e online. Os módulos acontecem durante o ano, o que facilita o planejamento. Empreendedor Bom Negócio

O curso de gestão empresarial foi reformulado e passa a se chamar Empreendedor Bom Negócio e terá uma carga horária de 128 horas de aulas gratuitas. O programa vai oferecer os inéditos cursos de Startups e de Tecnologia, este último de formação de programadores e nessa nova fase as aulas voltam a ser presenciais.

Serão quatro módulos (Perfil Empreendedor, Estratégia e Processos, Marketing e Vendas e Finanças), divididos em 20 horas de videoaulas (EAD) e 108 horas de turmas presenciais. O aluno poderá se inscrever em todos os módulos ou fazer cada um deles, tendo direito a certificados.

Startup O curso Bom Negócio – Startups terá uma carga horária de 88 horas e irá oferecer capacitações gratuitas à distância gravadas (EAD) e presenciais, treinamentos, mentorias, conexões e redes com foco no aprimoramento dos projetos inovadores. Os participantes do curso irão trabalhar, inclusive, no desenvolvimento de funcionalidades dos chamados Mínimo Produto Viável (MVP), a fase inicial de um produto (ou serviço) que solucione demandas do cotidiano de potenciais usuários e clientes. O Bom Negócio – Startups terá 20 horas de aulas gravadas de EAD sobre Perfil Empreendedor, Estratégia e Processos, Marketing e Vendas e Finanças. As videoaulas também serão pré-requisitos para que os participantes do curso possam ingressar nas turmas presenciais de Estratégia e Processo (34 h), ministrada pela Universidade Positivo, e de Startups (34 h), que será dada por professores da Agência de Inovação da UFPR. Para todo o curso, são 40 vagas.

Tecnologia O curso Bom Negócio – Tecnologia terá início em junho e irá capacitar gratuitamente os curitibanos a atuar em empresas de tecnologia, com 50 horas de aulas gravadas e remotas sobre linguagens de programação (HTML, CSS e JavaScript, por exemplo). O curso será oferecido em parceria com a escola de programação curitibana Kenzie Academy e ao final os participantes irão desenvolver um projeto de site que servirá como portfólio profissional. Serão 40 vagas para participantes do Bom Negócio – Tecnologia.

Presenças Participaram da aula inaugural, a ex secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, o presidente da Fundação de Ação Social, Fabiano Vilaruel, a coordenadora do Programa Bom Negócio, Daniela Del Puente, o diretor geral da Isae, Norman Neto, o diretor da Agência de Inovação UFPR, Pedro Cademartori, a coordenadora-adjunta do curso de Administração do Centro Universitário Internacional Uninter, Shirlei Camargo, o supervisor de Núcleo de Pesquisa e Extensão da UniCuritiba, Jorge Augusto Feldens, o coordenador da Business School Universidade Positivo, Luiz Pinheiro, e o executivo de parcerias da Kenzie Academy, Ernani Carraro.

Texto: PMC







2 visualizações0 comentário